Zahar

Blog da editora

Os guardiões de muitos mundos: Nossa homenagem ao dia do bibliotecário

12 de Março de 2016

O bibliotecário é uma figura mítica, uma espécie de guardião de um portal que pode levar qualquer um para vários mundos. Em 12 de março, comemora-se no Brasil a figura desse profissional responsável por organizar informação, classificar e armazenar documentos, além de, claro, orientar aqueles em busca de uma boa leitura.

Para homenagear os profissionais que são uma ponte para as nossas histórias favoritas e pesquisas acadêmicas, fizemos uma seleção de cinco bibliotecas lindas, inspirada na nossa série #Bibliotecando, que vão fazer você querer ser bibliotecário também!

A primeira da lista é uma brasileira. Localizado no Rio de Janeiro, o Real Gabinete Português de Leitura possui o maior e mais valioso acervo de obras de autores portugueses fora de Portugal. A sede do Real Gabinete fica em um prédio em estilo neomanuelino, erguido entre 1880 e 1887.


(Foto: Edu Mendes)

Localizada no Clementinum, complexo de prédios históricos localizado em Praga, a Biblioteca Nacional da República Tcheca foi fundada pelos jesuítas durante o século XVI, e abriga mais de 20 mil volumes! Além de linda, ela parece um cenário mágico.

 

De Praga a Oxford, as bibliotecas continuam deslumbrantes. Principal biblioteca de pesquisa da Universidade de Oxford, a Biblioteca Bodleiana começou a ser construída em 1478. The Bod, como é carinhosamente chamada pelos acadêmicos, pode armazenar até 8,4 MILHÕES de livros e 246km em estantes!

 Conhecida como “megabiblioteca”, a Biblioteca Vasconcelos fica na Cidade do México e possui mais de 580 mil itens e um design tão moderno que permite que suas estantes sejam ampliadas sempre que necessário.

Para encerrar essa lista incrível, temos a Biblioteca Joanina, da Universidade de Coimbra, em Portugal. Expoente do barroco português, seu acervo possui mais de 60 mil livros, e para mantê-los conservados, madeira de carvalho é utilizada nas estantes, e uma colônia de morcegos é solta todas as noites, há séculos, para proteger a biblioteca de insetos bibliófagos!

 

Categorias: