Zahar

Blog da editora

Entrevista: Tariq Ali

19 de Maio de 2009
Como crítico ferrenho da política externa dos Estados Unidos, como foi para o senhor fazer essa análise dos discursos de Fidel?
Foi muito fácil. O problema é que havia muita escolha.

Coube ao senhor selecionar os discursos que compõem o livro?
Sim. Eu fui o responsável e isso não foi difícil.

Segundo sua opinião, esses três compõem um histórico da trajetória de Fidel no poder de Cuba?
Absolutamente. Esses são os textos fundadores da Revolução Cubana.

Qual a sua opinião sobre as últimas manobras dos Estados Unidos em relação a Cuba?
Os Estados Unidos gostariam de comprar Cuba e usá-la contra a Venezuela e os outros bolivarianos. Mas Raul Castro não é Uribe. Naturalmente, os líderes cubanos não vão aceitar isso. Obama parece incapaz de normalizar as relações.
Categorias: Entrevistas