Zahar

Blog da editora

O leão, o espantalho, o lenhador de lata e a jovem feminista

29 de Março de 2014

Você já ouviu falar no teste de Bechdel? É uma maneira simplificada de avaliar a representação feminina em um filme ou livro: para passar no teste, a história precisa ter pelo menos uma cena em que duas ou mais personagens mulheres (com nomes e falas) conversem entre si sobre um assunto que não seja um homem. É claro que esse teste não necessariamente significa que o filme seja bom ou mesmo feminista, mas é uma maneira interessante de avaliarmos como ainda é diferente a participação de mulheres e homens nos produtos culturais que consumimos. 

A Giuliana Giannetto, do canal Filhos de Ogma, observou que O mágico de Oz passa no teste com louvor. E de fato, Dorothy é considerada uma importante heroína feminista no universo infantil. A menina é inteligente, decidida e não depende de personagens masculinos para tirar suas próprias conclusões ou ter ideias para resolver problemas. Curioso é que o autor, L. Frank Baum, caçoava do movimento feminista em sua época mas, aparentemente sem perceber, dotou sua mais famosa protagonista com esses ideais. Assista à resenha no vlog:

Apesar de ainda ser relacionado por muitos apenas à militância e ao radicalismo, o feminismo na realidade se trata, hoje, de uma ideologia igualitária, com o objetivo de propagar a igualdade e o empoderamento feminino. Basta concordar que as mulheres deveriam ter direitos, visibilidade e respeito iguais aos que os homens recebem para se identificar com os ideais feministas.

O teste de Bechdel é aplicado na Suécia como classificação indicativa. Os filmes aprovados recebem um conceito "A", que serve apenas para indicar ao espectador que a obra passou no teste. A grande maioria não passa, incluindo títulos com protagonistas mulheres ou fortes personagens femininas, como Bonequinha de luxo, Pulp fiction, O quinto elemento e a trilogia O senhor dos anéis. Já os sucessos Jogos vorazes, Blue jasmine, The bling ring e o vencedor do Oscar de animação em 2012, Valente, têm o conceito "A" garantido.

Não se trata de um juízo de valor ou qualidade, mas aplicar o teste nos livros e filmes que lemos e assistimos sem dúvida dá muito o que pensar sobre igualdade.

Categorias: Notícias

Comentários

Taty

Gente eu nunca tinha escutado falar deste teste, mas achei bem legal, Doroty é bem bacana, gosto de Valente mas não curti ela tentar envenenar a mãe rsrs, ah Senhor dos Anéis não tem como passar no teste por que se passa na época medieval com todos conceitos de lá e nesses tempos mulheres não tinham vez e se eles alterassem isso ia mudar a estoria que é muito boa, Jogos Vorazes é demais amo a protagonista, super forte, decidida e valente bjos

01 de Abril de 2014

Comentar