Zahar

Carlo Bordoni

É sociólogo, jornalista e escritor. Nascido na Itália, tem diversos livros publicados e colabora regularmente para o Il Corrieri della Sera e o Social Europe Journal.

Compartilhe

Comentários

fernando josé n...

estou realmente empolgado com a leitura deste livro, há algum tempo venho fazendo leituras do sr, z.baummam e agora, com c.bordoni q. não conhecia, soh veio somar numa análise original e surpreendente,fer

08 de Março de 2016

Gilberto de Sou...

..este livro (estado de crise) é demais! escrito em 2014. Ainda estou lendo..Já li mais ou menos a metade! -Mas é como um filme mostrando o porquê de tudo que está acontecendo no mundo, nos dias atuais! Estou gostando porque o livro explica através da filosofia( grandes pensadores) e dos fatos históricos do passado, o que a sociedade atual está colhendo por contas das grandes investidas e decisões dos governos dos Estados Nacionais.decisões impensadas ou egoístas que levou a sociedade global viver esse famigerado estado de instabilidade generalizado.

10 de Maio de 2017

Zahar

Que legal, Gilberto. Ficamos felizes que esteja sendo uma leitura produtiva.

11 de Maio de 2017

Felipe Augusto

Acho que o Gilberto de Souza não está compreendendo o livro! As análises de Baumam e Bordoni demonstram a ubiquidade não apenas da crise, mas de suas origens. Já na segunda seção tratam precisamente o drama da incapacidade dos Estados nacionais em lidar com as propaladas "investidas e decisões" de âmbito global encetadas por agentes transnacionais. Enfim, os Estados não são a única causa dos problemas contemporâneos. Contudo, não deixa de ser instigante pensar como a rationale do Gilberto, que mesmo após ler a citada obra coloca tudo na conta dos Estados Nacionais, e a proposição de Wendy Brown, na obra Undoing the Demos, sobre as defesas psicopolíticas dos poderes contemporâneos construídas pela razão neoliberal.

01 de Agosto de 2017

Comentar